Engana-se quem pensa que Design Thinking é coisa apenas dos designers! A metodologia criada para estimular o pensamento criativo e visual é uma das grandes tendências da área de recursos humanos.

No Design Thinking as pessoas são convidadas a pensar como os profissionais de design – ou seja, abandonar o lugar comum e olhar os desafios por outros ângulos, atuando como protagonistas na solução de problemas diversos, dos mais simples aos mais complexos. É uma abordagem que estimula a inovação de soluções focadas nas pessoas, com viabilidade de realização.

Adotado na ciência, no design e no mundo dos negócios, o Design Thinking tem tudo a ver com a gestão de pessoas.No contexto organizacional ele pode ser aplicado para melhorar a experiência dos colaboradores com suas tarefas, tornando o trabalho mais simples, objetivo, produtivo e inovador. Para isso gestores e equipes devem adotar a empatia. Deve também haver espaço para experimentação de modelos e processos, com autonomia para criar soluções cada vez mais úteis e adequadas aos desejos e necessidades dos clientes e da empresa.

Para aplicar essa metodologia na sua empresa você deve investir em ferramentas e sistemas que encorajem os funcionários a usarem a criatividade, a colaboração e o trabalho em equipe, gerando soluções e resultados que atendam as expectativas e, ao mesmo tempo, sejam viáveis financeira e tecnicamente. Estimulando os colaboradores a buscarem novos caminhos e perspectivas para resolver problemas, a gestão de pessoas contribuirá para uma renovação constante dos processos da empresa, o que resultará em entregas cada vez melhores e inovadoras.

Escrito por Ação Gerencial