20 dezembro de 2016 Artigos,Notícias Nenhum comentário

O ritual de admissão já é um velho conhecido do setor de Recursos Humanos: o funcionário entrega os documentos, assina a papelada e antes de iniciar suas atividades recebe um treinamento para conhecer a cultura da empresa, sua missão e seus valores. Depois disso ele passa meses e até anos trabalhando no mesmo lugar sem nunca mais ser chamado à sala de treinamento. Por que isso acontece?

Muitos gestores até reconhecem a importância dos treinamentos para alinhar as equipes e mantê-las motivadas. Contudo, infelizmente, nem todos adotam o hábito de treinar seus funcionários com frequência. O resultado desse descuido pode ser catastrófico e impactar diretamente na produtividade e no sucesso do negócio.

O treinamento inicial é fundamental para promover a inclusão e adaptação do funcionário às normas do novo local de trabalho. Mas, com o passar do tempo, os cenários mudam – e mesmo que na sua empresa tudo permaneça igual por um longo período, os treinamentos ainda são uma ótima ferramenta para motivar e renovar os conhecimentos dos seus funcionários. Treinar os colaboradores é uma ótima maneira de elevar sua produtividade, já que a partir dos treinamentos eles terão informações mais consistentes sobre os processos da empresa, reduzindo assim as chances de erros, atrasos e retrabalho.

Outra função importante dos treinamentos é conscientizar os funcionários sobre as demandas da empresa e do ambiente à sua volta. Em tempos de pouca chuva e falta de água, por exemplo, vale oferecer um workshop rápido sobre sustentabilidade, ensinando aos colaboradores boas práticas de economia de recursos naturais que podem ser adotadas na vida profissional e pessoal. Isso gera valor para os funcionários e redução de custos para a empresa.

A melhoria na motivação é outro benefício que a organização e os empregados podem obter com os treinamentos. A percepção de que a empresa está investindo em sua formação e acreditando em seu potencial, aliada ao domínio de procedimentos e processos, deixarão a rotina do colaborador mais fácil e prazerosa, gerando resultados melhores. Tudo isso contribuirá para que ele se sinta reconhecido e útil, motivando-o a se manter no emprego e reduzindo a rotatividade de mão de obra.

Por fim, é importante lembrar da necessidade de atualização. O tempo passa, o mercado muda, novidades surgem. Se sua empresa não mantém a equipe atualizada e alinhada às novas tendências, ela fica para trás. E a última colocação não é o melhor lugar para estar, não é mesmo? Então invista no treinamento da sua equipe.

Escrito por Ação Gerencial