28 janeiro de 2016 Artigos,Notícias Nenhum comentário

woman-690036_1920Nem sempre é fácil levantar da cama de manhã. Se você estiver desmotivado, isso pode se tornar uma tarefa cada vez mais difícil. Como o trabalho toma boa parte de nosso tempo, sentir-se motivado profissionalmente é fundamental. O peso de viver insatisfeito no emprego pode contaminar a vida pessoal e, em casos mais severos, levar à depressão.
Boa parte do processo de motivação é “pessoal e intransferível”, ou seja, depende de uma mudança de atitude. No entanto, a liderança também tem a missão de cuidar para que sua equipe se mantenha motivada. Um líder excelente não motivará alguém quando se posiciona de forma pessimista e não demonstra energia para se desenvolver no trabalho. Não há milagres! Mas se o líder encontra pessoas dispostas e as motiva, sua empresa terá um time de sucesso.
Especialistas listam cinco fatores básicos que compõem a motivação profissional:

Atendimento às necessidades pessoais

O funcionário deve sentir que seu salário e benefícios estão de acordo com seu custo de vida)

Adequação ao perfil comportamental

Alguém tímido realizando tarefas de Relações Públicas não vai se sentir confortável, certo?

Empatia com a liderança

Relacionamento saudável com o líder é primordial

Expectativa de crescimento

Se não houver a expectativa de crescer na empresa, o profissional se sentirá estagnado

Compromisso com o objetivo

Acreditar nos valores da empresa e estar alinhado com a proposta do trabalho é importante para que o trabalho não se torne um conflito para o funcionário.
Seja você líder ou liderado, veja como cada um desses fatores se encaixa na sua rotina e trabalhe para aprimorar cada vez mais a sua satisfação no trabalho.

Escrito por Ação Gerencial