6 fevereiro de 2017 Artigos,Notícias 1 comentário

“Devemos tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais, na medida de sua desigualdade.” Aristóteles

Toda empresa tem funcionários mais e menos produtivos. Isso não é um problema, desde que você consiga identificá-los e oferecer soluções para nivelar a equipe, trabalhando tanto com as limitações, quanto com as qualidades de cada um. No artigo dessa semana falaremos sobre como identificar e criar mecanismos para ajudar colaboradores improdutivos a crescerem dentro da equipe.

Identificando um funcionário improdutivo

Cansaço, reclamações, dependência, desculpas, trabalhar somente para ganhar reconhecimento, pouca evolução profissional… todas essas características são identificadas em um funcionário improdutivo. Saber lidar com elas, no entanto, é o que vai transformar as atitudes dessa pessoa em positivas ou negativas.

Demonstrar tais atitudes esporadicamente é natural a qualquer ser humano, mas se o seu funcionário está sempre apresentando sinais de insatisfação, pouco desempenho e produtividade, é hora de observar e começar a agir. Você deve se perguntar: esse funcionário pode melhorar? Se a sua resposta for sim, então você deve apresentar a ele novas maneiras de trabalhar.

Apresentando novas maneiras de trabalhar

Proatividade, independência, atitudes positivas perante os problemas, solução de erros, autoconhecimento e evolução são características que predominam nos funcionários motivados e produtivos. Para estes, um problema deve sempre se transformar em solução, e a vontade de fazer um serviço bem feito vai além do fato (muitas vezes necessário) de gostar do que se faz.

Para estimular um funcionário improdutivo a realizar tarefas com mais precisão e comprometimento apresente a ele alternativas viáveis de crescimento profissional e pessoal. Ofereça a esse colaborador o máximo de referências externas possíveis, como novas leituras, uma liderança inspiradora, treinamentos e workshops. Tudo isso servirá de incentivo e motivação para o funcionário, dando um banho de água fria em suas velhas atitudes.

Ao gestor recomendamos mais presença e acompanhamento diário do trabalho de sua equipe, trazendo motivação, novas ideias e exemplos a seguir. Afinal um líder nunca dá as costas à sua equipe, mesmo que ela não esteja 100% focada e alinhada com as dinâmicas da empresa. Adotando atitudes certeiras, as chances de crescimento de todos os colaboradores são grandes!

Escrito por Ação Gerencial